Photo
@rodolfoalmeidagarrett
23 Likes7 Comments
23 Likes7 Comments

Poesias

Vejo almas perdidas
Desejosas do ter
Ambiciosas criaturas
Que se deixam levar

Perdem-se na matéria
De um mundo vasto
Rasgam-se em pedaços
De cacos vazios

Mãos cheias de um nada
De corações vazios
Levadas na torrente
De um vento qualquer

Defama na alma
Uma corrente torta
De um mundo louco
Na procura de paz

Matam-se pela migalha
Que é pão
Deixam o doce
E vão, em vão

Como vieram, assim vão
Com menos do que trouxeram
E mais do que dão,
Deus os acolha em seu Coração

De: rodolfoalmeidagarrett
📷 rodolfoalmeidagarrett

05 Dec 2019

Comments